06 janeiro 2010

17:02- 06-01-2010

E mais um pedaço de mim se vai dentro daquele ônibus azul e branco. Não quis olhar. Odeio despedidas, não sei muito bem como lidar com elas. Quando vi você chegando finalmente tive a confirmação de que é você, sabe? Tudo magicamente se encaixa. Ver você indo e não poder fazer nada, me partiu o coração como nunca havia partido antes. Amei como você fala comigo, amei seu sorriso, seus olhos, seu lóbulo da orelha. Amei sua respiração, sua voz, enfim (...) amei passar cada momento ao seu lado. Não ver você durante alguns dias vai me dilacerar. Eu não quero te perder, você me faz um bem danado e espero que continue fazendo por um bom tempo, porque eu vou dar o melhor de mim pra te fazer feliz, pra não te decepcionar. Sem você aqui comigo tudo fica vazio. É como se meus braços, minha boca, meu peito pudessem te sentir aqui, mas você não está. Quem sabe amanhã não me retomo o que me foi tirado e me completo novamente.

E se tudo isso for um sonho eu não quero mais acordar, por saber que ao meu lado você não vai mais estar!

27 comentários:

  1. Muito o texto, bem como o seu blog!
    um belo diário!!!!

    parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Heey,
    A falta que alguma pessoa faz , muitas vezes, machuca muito , mas também ninguém pode viver um amor viciante , isso é a pior coisa que existe , já passei por isso ai pensei em um monte de bobeiras e tive que me tratar!!
    Hehhehehehe

    ResponderExcluir
  3. como o Pedro disse 'amor viciante', quem nunca teve o seu ?
    Tive/tenho, e consome todos os meus dias esse amor, todas as minhas horas, estou vivendo com ele e por ele. Num futuro distante ou proximo posso me machucar, quem é que sabe?
    Saudades realmente acaba conosco, ainda mais saudades da pessoa que estamos 'dependendo' psicologicamente...
    amei teu texto, cada vez mais sucesso viu ?
    bjs

    ResponderExcluir
  4. Adorei a forma dos seus textos, com os horários, um diário por assim dizer. Sobre o texto em questão eu gostei da forma viajada, tem uma hora em que agente se prende realmente nas palavras. Muito bom mesmo :D

    ResponderExcluir
  5. adorei *-* super bem escrito e parabéns

    ResponderExcluir
  6. eu gostei.
    gostei dos textos...
    vou seguir, ok?

    ^^

    ResponderExcluir
  7. O lóbulo da orelha? Uau detalhista...

    ResponderExcluir
  8. Você simplesmente escreve com a alma, fascina e cativa... abraço!

    ResponderExcluir
  9. Parabéns pelo texto, você retratou de forma sincera e sensível o amor, o querer estar perto, e fazer parte da vida de alguém. De forma sensível mostrou o domínio que o amor nos causa.

    Visite nosso blog
    www.blog.maisestudo.com.br

    Abs
    MaisEstudo

    ResponderExcluir
  10. Nossa muito bom!!
    Perfeito!

    http://hubneraleatorio.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Ai que triste.... Mto bem escrito e deu pra sentir essa sua saudade... sucesso sempre

    ResponderExcluir
  12. nossa que lindo e bem escrito, eu também nao me dou muito bem com despedidas e amor viciante quem nunca teve o seu não é mesmo?

    ResponderExcluir
  13. Você escreve muito bem. Acho que cada um tem um pouco de dificuldade pra se despedir. Mesmo que não demonstre isso. Como já comentaram, seu blog ficou bem criativo nessa forma de diário.

    www.botecodohumor.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. vc escreve muito bem, blog criativo e agradável.

    ResponderExcluir
  15. Eu mais que ninguém sabe o que ver a pessoa indo embora enquanto você fica.

    ResponderExcluir
  16. muito bom,
    confesso que me surpreendi,
    apesar de ser um blog diário
    tem ótimos textos.

    ResponderExcluir
  17. Seu blog é interessante também...

    ResponderExcluir
  18. Parabéens pelo texto !
    Amei o nome do blog !
    Eu sei como é sentir um vazio no seu coração, a falata de alguém.

    ResponderExcluir